sábado, 17 de outubro de 2009

Conteúdo para ser trabalhado no 3º ano--Ensino Médio História--


CONTEÚDO COMPLEMENTAR DE GEOGRAFIA 3º ANO ENSINO MÉDIO. 1º BIM
EIXO TEMÁTICO VII TEMA 7 : A RELAÇÃO SOCIEDADE E NATUREZA EM QUESTÃO
SUBTEMAS
• Regiões hidroconflitivas do planeta Terra
• Desertificação climática, desertificação ecológica
• Megadiversidade brasileira: mito ou realidade?
Quadrilátero Ferrífero: domínios da natureza e políticas ambientais
Mutações no Mundo Natural
TÓPICOS--26. RECURSOS HÍDRICOS -  OP—25-- RECURSOS HÍDRICOS R.A—28-- RECURSOS HÍDRICOS.
HABILIDADES--26.1. Avaliar os acordos e controles da gestão ambiental da água.
26.1.1. Analisar as políticas públicas em nível nacional e internacional para o resguardo do patrimônio ambiental do planeta.
CONCEITUAR:
água potável - qualidade de vida - esgoto, lixo, efluentes industriais - mercúrio dos garimpos clandestinos - desmatamentos -  queimadas - lençol freático - planeta superpovoado - sistema hidrológico global - conflitos de territorialização da água doce no planeta -  as implicações socioambientais da construção de hidrelétricas - desenvolvimento sustentável - gestão ambiental da água  
O QUE ENSINAR
- As regiões hidroconflitivas do planeta, avaliando as políticas em nível nacional e internacional para sua gestão
- Fenômenos meteorológicos relacionados aos recursos hídricos contidos em linguagens cartográfica e estatística
- Transformações geográficas nas regiões atingidas pela construção de barragens identificando as críticas e contestações de que é alvo problematizando a gestão e a gestão ambiental da água.

TÓPICO--27. PADRÃO DE PRODUÇÃO E CONSUMO OP—26-- PADRÃO DE PRODUÇÃO E CONSUMO. R.A—31— PADRÃO DE PRODUÇÃO E CONSUMO.
HABILIDADES--27.1. Prognosticar sobre o futuro do planeta, tendo como referência os padrões de produção e consumo do capitalismo global.
27.1.1. Explicar, na perspectiva da sustentabilidade, os padrões de produção e de consumo que têm referenciado o desenvolvimento econômico do capitalismo global.
CONCEITUAR- consumo sustentável - Cúpula Rio-92 -  consumo e produção insustentáveis - fontes de energias renováveis - Capitalismo econômico.- Desenvolvimento econômico.- Processos climáticos e hidrológicos.
O QUE ENSINAR
• Os padrões de produção e consumo que têm referenciado o desenvolvimento econômico capitalista sob a ótica da sustentabilidade
• A relação entre o efeito estufa e o buraco da camada de ozônio com o padrão de produção e consumo
• Confronto de dados entre o consumo dos países centrais com os países periféricos.
DESCRITORES:
D84 - Comparar os principais usos e formas de ocupação dos diversos domínios naturais e suas implicações socioambientais.
D85 - Comparar as principais bacias hidrográficas do mundo, do ponto de vista físico e socioeconômico.
D86 - Reconhecer o potencial de uso dos oceanos: maricultura, exploração de petróleo,extração mineral.
D39 - Associar o mapa hipsométrico, o mapa das bacias hidrográficas e o potencial
energético dos rios brasileiros.
D89 - Avaliar, através de textos, gráficos e tabelas, a importância dos recursos hídricos para a vida dos seres humanos.
AVALIAÇÂO:
1) O aumento da demanda por água é provocado pelo crescimento da população,pelo desenvolvimento industrial e pela expansão da agricultura irrigada. Busque comprovação da afirmativa em reportagens divulgadas na mídia escrita e eletrônica. Faça um resumo da informação e apresente à turma. Problematize e participe do debate.
Debate: como estimular o cidadão do espaço de vivência/brasileiro a produzir e consumir de forma sustentável?




CONTEÚDO COMPLEMENTAR DE GEOGRAFIA  3º ANO ENSINO MÉDIO. 2º BIM

TÓPICO--28. DINÂMICA TERRESTRE OP—27-- DINÂMICA TERRESTRE. R.A—29-- DINÂMICA TERRESTRE.
HABILIDADES--28.1. Reconhecer os fenômenos responsáveis pela dinâmica terrestre.
28.1.1. Explicar os fenômenos da dinâmica terrestre relacionados ao tectonismo e vulcanismo, tendo como referência o movimento das placas tectônicas.
28.1.2. Explicar os fenômenos relacionados à litosfera, hidrosfera e atmosfera.
CONCEITUAR; dinâmica  terrestre - uso/abuso pela dos ecossistemas terrestres -  litosfera – vulcanismo -
- Gestão insustentável/sustentável dos recursos do território - poluição urbano-industrial -  chuva ácida/ilhas de calor/efeito estufa/aquecimento global - explosão do turismo -  furacões - monções
O QUE ENSINAR
• Paisagens que evidenciam a dinâmica terrestre e seu uso como atratividade das áreas turísticas.
Impactos do vulcanismo em regiões da terra.
Os tornados, furacões e suas conseqüências.                  O El Niño e La Nina.
• Impactos do aquecimento global na dinâmica terrestre
• Mecanismo da formação de ilhas de calor, da chuva ácida e do efeito estufa
TÓPICO--29. DESERTIFICAÇÃO  OP—28—DESERTIFICAÇÃO. R.A—30—DESERTIFICAÇÃO.
29.1. Reconhecer os processos ecológicos e antrópicos da desertificação
29.1.1. Analisar textos, mapas, gráfi cos, tabelas e imagens sobre a desertificação em processo no Norte de Minas Gerais: área de abrangência, localização geográfica, municípios em situação de risco e suas conseqüências em âmbito natural, social, urbano, institucional.
29.1.2. Analisar textos, mapas, gráfi cos, tabelas e imagens sobre a desertificação e arenização em processo no Brasil.
CONCEITUAR: Agenda 21 – Desertificação - semi-áridas -  subúmidas - variações climáticas pastoreio - uso agrícola - mineração predatória - desmatamentos - clima árido -  espécies xerófilas – erosão - intemperismo -  decomposição química das rochas - vazios demográficos - evaporação - precipitação - caráter antrópico predatório - Tipos de solos.
O QUE ENSINAR
As habilidades propostas para o desenvolvimento deste tópico focalizam:
• Os custos da desertificação em nível de impactos naturais, sociais, econômicos, urbanos e institucionais através de comparação de dados expressos em mapas e gráficos
• O fenômeno da desertificação ecológica no mundo relacionando sua área de abrangência com as características dos países endividados e periféricos
• A desertificação no estado de Minas Gerais: área de abrangência, localização geográfica, municípios em situação de risco e elaborar um texto sobre conseqüências de âmbito natural, social, urbano, institucional, os programas de combate e os resultados obtidos.
TÓPICO--30. DIVERSIDADE BIOLÓGICA OP—29-- DIVERSIDADE BIOLÓGICA. R.A—32--DIVERSIDADE BIOLÓGICA.
-30.1. Avaliar o potencial da biodiversidade dos ambientes tropicais.
30.1.1. Avaliar os limites e possibilidades do trabalho compartilhado entre Organizações Não-Governamentais (ONG) e empresas transnacionais com vistas à manutenção da diversidade biológica e o combate à biopirataria.
CONCEITUAR: material - maior patrimônio genético do planeta - Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (Rio-92) - recursos biológicos  - povos indígenas e comunidades tradicionais (seringueiros, ribeirinhos, quilombolas) - conhecimento tradicional  -  Conselho de Gestão do Patrimônio Genético (CGEN). – megadiversidade- biodiversidade
biotecnologias -  engenharia genética
O QUE ENSINAR
A megadiversidade brasileira                Conhecimento tradicional.                 Biopirataria
Limites e possibilidades do trabalho compartilhado entre organizações não-governamentais e empresas transnacionais com vistas à manutenção da diversidade biológica
Projetos integrados do ponto de vista social, econômico e ecológico em áreas de ocorrência da Mata Atlântica.
DESCRITORES:
D88 - Analisar as razões do crescimento do movimento ambientalista no mundo, com base em artigos de jornais e revistas.
D90 - Compreender as transformações ambientais decorrentes do efeito estufa.
D91 - Relacionar as práticas turísticas em diferentes áreas do globo com as características ambientais dos lugares.
D87 - Analisar as conseqüências da diminuição da camada de ozônio para a vida na Terra

CONTEÚDO COMPLEMENTAR DE GEOGRAFIA  3º ANO ENSINO MÉDIO. 3º BIM

EIXO TEMÁTICO VIITEMA 8 : AS NOVAS FRONTEIRAS DO CAPITALISMO GLOBAL: OS TERRITÓRIOS NAS NOVAS REGIONALIZAÇÕES
SUBTEMAS:
• Globalização e pluralidade cultural
• O papel das instituições internacionais na regulação do território mundial
• As telecomunicações unindo o mundo em redes digitais
• O crescimento dos países emergentes no movimento da globalização
Os Cenários da Globalização e Fragmentação.
TÓPICOS--31. TERCEIRO SETOR - OP—30-- TERCEIRO SETOR. R.A—33--TERCEIRO SETOR.
HABILIDADES--31.1. Reconhecer a importância do terceiro setor e os projetos de inclusão social nos países periféricos.
31.1.1. Interpretar textos, mapas, tabelas e gráficos como portadores de informação de tipos de organização, freqüência, distribuição e localização do Terceiro Setor no Brasil e no mundo.
CONCEITUAR:
- papel do Estado - primeiro setor - setor privado - segundo setor- terceiro setor - ONGs - globalização e fragmentação - segregação espacial - redes de solidariedade.
O QUE ENSINAR
• O que é o terceiro setor, quem participa, como funciona, como interfere na configuração espacial
• O terceiro setor como alternativa de inclusão social: as rádios comunitárias, os projetos de primeiro emprego, a responsabilidade social de empresas e o desenvolvimento local
• O terceiro setor no espaço globalizado: onde cresce (países) e como interfere nas políticas e no desenvolvimento
TÓPICO--32. FLUXOS ECONÔMICOS  OP—34-- FLUXOS ECONÔMICOS. R.A—36--FLUXOS ECONÔMICOS. OP—
32.1. Analisar os fluxos econômicos que expressam uma territorialidade visível, tais como: Nafta, Mercosul, União Européia, Apec e Asean.
32.1.1. Avaliar as contradições que envolvem a relação MERCOSUL e ALCA
CONCEITUAR -meio técnico científico - fluxos econômicos-  globalização - corporações multinacionais -  Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento - blocos econômicos- democracia liberal- geografia dos excluídos - mecanismos jurídicos, nacionais e supranacionais democráticos e solidários como OIT (Organização Mundial do Trabalho), UNESCO, Conselho Mundial de Igrejas, sindicatos, comunidades solidárias, organizações não-governamentais, Cruz Vermelha, Médicos Sem Fronteiras, Anistia Internacional e grupos de Defesa dos Direitos Humanos. Incorpora-se a estas instituições, a economia solidária, do terceiro setor, agrupando de forma superficial e imprecisa, filantropia e caridade; e, também, as ONG's, empresas privadas, institutos, fundações e organizações sem fins lucrativos
O QUE ENSINAR
• Os fluxos econômicos e as relações comerciais entre blocos econômicos e países
• As redes e os fluxos, a territorialidade da infra-estrutura para a globalização expressando diferentes paisagens
• Os fluxos financeiros e suas implicações na reorganização do capital, no atual estágio da globalização
• As relações geopolíticas decorrentes dos fluxos econômicos
33--DESTERRITORIALIZAÇÃO E REDES DE SOLIDARIEDADE R.A—37-- DESTERRITORIALIZAÇÃO E REDES DE SOLIDARIEDADE.
O QUE ENSINAR
- A migração e o desemprego recriando novas territorializações na espacialidade das cidades globais
- Os desafios da gestão solidária do território
- As políticas públicas de inclusão e a emergência do terceiro setor refletindo sobre a construção das redes de solidariedade
- O movimento da população na contemporaneidade mundial e as múltiplas desterritorialidades político, sociais e culturais
- As redes de solidariedade a exclusão social
- O mapa da exclusão social no Brasil e no mundo
CONCEITUAR:desterritorializadas ou em trânsito na busca de novos países e da solidariedade humana. São eles:México, Gibraltar, Rússia, Vietnã, Afeganistão, Líbano, Curdistão, Croácia, Sudão, Tanzânia, Ruanda, Zaire, Angola, Moçambique, Equador, Amazônia, Honduras, Índia, Filipinas. - refugiados, - migrantes ilegais, dos despatriados.
Médicos Sem Fronteiras, Cruz Vermelha, os Grupos de Defesa dos Direitos Humanos, as ONG’s
DESCRITORES:
D58 - Diferenciar Nação (questão cultural) de Estado Nacional (territorial e político).
D59 - Analisar a concepção de Estado a partir do surgimento do Estado alemão.
D60 - Analisar, a partir de textos e mapas geopolíticos, o cenário mundial no período entre guerras e pós-II Guerra Mundial.
D61 - Analisar o fortalecimento dos Estados Unidos a partir da implementação política do New Deal.
D62 - Relacionar os principais aspectos do nazi-facismo com estabelececimento do
terceiro Reich alemão.
D63 - Associar os resultados da Conferência de Yalta com fortalecimento da URSS no contexto europeu e da Conferência de Potsdam à divisão da Alemanha. (O)
D64 - Diferenciar os sistemas político-econômicos que se estabelecem na Alemanha dividida.
D65 - Analisar a importância da ONU nas relações internacionais de poder do mundo pós-guerra.
D66 - Analisar a Doutrina Truman e sua influência política através da Teoria da Contenção,econômica, através do Plano Marshall, e militar, através da OTAN. (G)
D67 - Reconhecer os objetivos da OTAN e suas alterações ao longo do tempo. (B)
D68 - Associar a Doutrina Monroe com a atuação dos Estados Unidos na América Latina,destacando-se Cuba.
D69 - Analisar o arranjo geopolítico mundial a partir da queda do muro de Berlim.
D70 - Analisar, do ponto de vista histórico e geopolítico, o conflito árabe-israelense.
4.2 O processo de descolonização afro-asiática e a ideologia terceiro-mundista
D71 - Analisar, com o auxílio de um planisfério ou textos, o processo de descolonização afro-asiático.
D72 - Relacionar o enfraquecimento geopolítico das potências européias com o processo de descolonização afro-asiático.
D73 - Identificar os principais objetivos da Conferência de Bandung e o surgimento da concepção terceiro-mundista.
4.3 Redefinições da Ordem Mundial: crises do Sistema Soviético e as transformações do Leste Europeu
D74 - Avaliar os problemas político-econômicos da URSS durante os governos de Stálin até Gorbatchev e os principais objetivos da perestroika e da glasnost.
D75 - Relacionar a desintegração da URSS com as recentes transformações sociopolíticas econômicas no Leste Europeu e na Alemanha unificada.
2.6 Os blocos econômicos e a formação dos grandes mercados
D34 - Analisar historicamente a formação dos Blocos Econômicos como a União Européia,
NAFTA, o MERCOSUL e dos Tigres Asiáticos (Nic’s). (G)
D35 - Explicar o funcionamento da União Européia, do NAFTA e do MERCOSUL.
AVALIAÇÂO
Debates destacando a constituição do MERCOSUL e da ALCA, analisando os aspectos importantes envolvendo os fluxos econômicos e o desenvolvimento do Brasil


CONTEÚDO COMPLEMENTAR DE GEOGRAFIA  3º ANO ENSINO MÉDIO. 4º BIM

TÓPICO--34. FRONTEIRAS OP—31--FRONTEIRAS. R.A—35--FRONTEIRAS.
HABILIDADES--34.1. Analisar as causas e os efeitos da migração clandestina nos países centrais e periféricos.
34.1.1. Avaliar as conseqüências do fechamento das fronteiras dos países de maior desenvolvimento econômico.
34.1.2. Analisar o deslocamento populacional no jogo de forças entre globalização e fragmentação.
CONCEITUAR: Fronteiras, limites, territórios - imposição de língua, costumes, religião, tradições, - conflitos religiosos, étnicos, políticos/estratégicos, culturais, econômicos, nacionais. - pátria, estado, território, povo, - exclusão-  fluxos migratórios - comércio internacional de mercadorias, inclusive de consumo proibido - drogas ilícitas - fronteiras: políticas, administrativas, culturais, comerciais, religiosas - mobilidade (legal/ilegal) de pessoas, de mercadorias, os grupos étnicos, religiosos, culturais
 O QUE ENSINAR
• A tipologia de fronteiras – não há fronteiras para uma minoria qualificada, que transita de modo contínuo nos seus trabalhos e se transferem de um país a outro quando o desejam; podem ser ultrapassadas desde que autorizadas pelos governos aos turistas com disponibilidade em suas contas bancárias e cartões de crédito internacionais; dificilmente são ultrapassadas legalmente por uma classe de excluídos que, atraídos pela possibilidade de melhoria de suas condições de vida, tentam utilizar-se de mecanismos ilegais de imigração.
• Semelhanças, distinções: fronteiras e limites
• Fragmentação e incorporação de territórios
• As fronteiras na escala nacional: a soberania do Estado restringe-se ao território delimitado pelas fronteiras nacionais.
• As fronteiras na escala internacional: não há um poder geral que submete os Estados a leis e regras. O sistema internacional de Estados é formado por unidades geopolíticas soberanas que cooperam ou conflitam de acordo com o que definem ser seus interesses particulares.
• O papel que o território e a territorialização, os limites e as fronteiras assumem no sistema mundial de estados-nações, interferindo em sua dinâmica como restrição ou como incentivo ao lucro.
• As fronteiras como pontos estratégicos do território e o controle sobre elas.

TÓPICO--35. SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO OP—32— SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO R.A—34— SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO
HABILIDADES --35.1. Avaliar a importância das redes mundiais de informação na produção do espaço mundial.
35.1.1. Identificar os pontos de interconexão das redes mundiais de informação com os fluxos do turismo e dos serviços culturais.
CONCEITUAR:
Sociedade Pós-Industrial - globalização - rede global de informática e comunicações - microeletrônica e as telecomunicações.
O QUE ENSINAR
• As diversas representações da globalização
• Os pontos de interconexão das redes mundiais nos fluxos de turismo e serviços culturais
• O mundo globalizado, informatizado e a massa de excluídos.
DESCRITORES:
D18 - Analisar as principais teorias racistas (apartheid, anti-semismo e o neonazismo),com o auxílio de textos.
D19 - Avaliar a questão racial no Brasil, com o auxílio de textos e dados socioeconômicos da população negra ou indígena.
D20 - Explicar os principais conflitos étnicos e religiosos do mundo atual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário