Baixe qualquer arquivo do Blog em doc Word

Atividades de outros conteúdos... http://atividadesdiversasclaudia.blogspot.com.br/
Se você não conseguir uma boa visualização envie-me email que ficarei feliz em compartilhar. profclaugeo@yahoo.com.br Abraço.
Escolha o arquivo na barrinha ao lado, clique em slideshare, você vai ser direcionado para outra pagina, logo acima clique em save(um setinha apontando para baixo)Pronto.

domingo, 27 de março de 2011

Atividades sobre TÓPICO- 11. Revoluções liberais: industrial, americana e francesa. Atividades de história para o 8º ano


      TÓPICOS- 11. Revoluções liberais: industrial, americana e francesa.
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL teve início no séc. XVIII, na Inglaterra, com a mecanização dos sistemas de produção. Enquanto na Idade Média o artesanato era a forma de produzir, na Idade Moderna a indústria imperou.  A Inglaterra foi o 1º país a se industrializar, porque possuía grandes reservas de carvão mineral que era a principal fonte de energia para movimentar as máquinas e as locomotivas à vapor. Possuía reservas de minério de ferro, a principal matéria-prima do período. Possuía mão-de-obra em abundância (desde a Lei dos Cercamentos de Terras ). A burguesia inglesa tinha capital suficiente para financiar as fábricas, comprar matéria-prima e máquinas e contratar empregados. O mercado consumidor inglês também contribuiu para o pioneirismo inglês.
Avanços da Tecnologia- As máquinas à vapor revolucionaram o modo de produzir. A máquina substituiu o homem, gerando milhares de desempregados, mas baixou os preços e acelerou o ritmo de produção. Com a locomotiva à vapor (Maria fumaça) e o trem à vapor foi possível transportar mais mercadorias e pessoas, num tempo mais curto e com custos mais baixos. As condições de trabalho nas fábricas eram precárias. Péssima iluminação, abafada e suja. Os salários eram baixos, abusava-se do trabalho infantil e feminino, trabalhavam até 18 horas por dia e estavam sujeitos a castigos físicos dos patrões. Não havia direitos trabalhistas como(férias, 13º salário, auxílio doença, etc.)
Reação dos trabalhadores- Os trabalhadores se organizaram para lutar por melhores condições de trabalho. Os empregados das fábricas formaram as trade unions (sindicatos) com o objetivo de melhorar as condições de trabalho. Houve movimentos violentos como o ludismo ("quebradores de máquinas") que era contrário à mecanização do trabalho, os ludistas invadiam fábricas e destruíam os equipamentos para protestar contra as condições de trabalho. Cartismo  exigia a inclusão política da classe operária. Teve como base a carta intitulada Carta do Povo, e enviada ao Parlamento Inglês. Nesse documento exigia-se: Sufrágio universal masculino(o direito de todos os homens ao voto); Voto secreto; Eleição anual; Igualdade entre os direitos eleitorais; Participação da classe operária no parlamento;
Conclusão- A Revolução tornou os métodos de produção mais eficientes. Os produtos passaram a ser produzidos mais rapidamente, barateando o preço e estimulando o consumo. Por outro lado, aumentou também o número de desempregados. As máquinas foram substituindo  a mão-de-obra humana. A poluição ambiental, o aumento da poluição sonora, o êxodo rural e o crescimento desordenado das cidades também foram conseqüências nocivas para a sociedade. 
1-     Sobre as razões da Inglaterra ter sido o primeiro país a se industrializar considere as alternativas corretas.
I- A Inglaterra foi o 1º país a se industrializar, porque possuía grandes reservas de carvão mineral.
II-  A Inglaterra foi o 1º país a se industrializar, porque possuía reservas de minério de ferro
III- A Inglaterra foi o 1º país a se industrializar, porque possuía mão-de-obra em abundância
IV- A Inglaterra foi o 1º país a se industrializar, porque a burguesia tinha capital suficiente para financiar as fábricas, comprar matéria-prima e máquinas e contratar empregados.
São verdadeiras as afirmativas:
(a)   I e II                 (b) I, II e III               (c ) II, III, IV                        (d)  I, II, III, IV

2-     Sobre as condições de trabalho nas fábricas durante a 1ª Revolução Industrial, considere as verdadeiras:
I- Nas fábricas havia péssima iluminação, o local era abafado e sujo.
II- Os salários dos trabalhadores eram baixos.
III- Nas fábricas  os patrões abusavam do trabalho de crianças e mulheres.
IV- Nas fábricas os empregados trabalhavam até 18 horas por dia e estavam sujeitos a castigos físicos dos patrões.
V- Nas fábricas os trabalhadores tinham direitos trabalhistas como(férias, 13º salário, auxílio doença, etc.)
São verdadeiras as afirmativas:
(a)   I e II  e V               (b) I, II , III  e V              (c ) II, III, IV                        (d)  I, II, III, IV

3-     Sobre as conseqüências da revolução Industrial marque a alternativa verdadeira:
(a)   Os produtos passaram a ser produzidos mais rapidamente, barateando o preço e estimulando o consumo.
(b)   Aumentou o número de pessoas empregadas por causa da exigência de mão de obra nas fábricas.
(c)    O êxodo rural diminuiu porque muitas fábricas foram instaladas no campo.
(d)   Não influenciou na poluição ambiental porque naquela época não se poluía o ambiente
.                      4- Sobre a 1ª Revolução Industrial, relacione a 2ª coluna de acordo com a 1ª:
(1)trade unions
(2) ludismo
(3) Cartismo 
(   ) Eram contrários a mecanização do trabalho
(   ) exigia a inclusão dos trabalhadores na política.
(   ) Invadiam as fábricas e quebravam as máquinas como protesto ás condições de trabalho.
(   ) Quebradores de máquinas
(   ) Queriam o voto para todos os homens.
(   ) Queriam o voto secreto.
(   ) Sindicatos
REVOLUÇÃO AMERICANA: Antes da Independência, os EUA eram formados por treze colônias controladas pela Inglaterra. Os ingleses usavam as colônias para obter lucros e recursos minerais e vegetais que não tenham na Europa, cobravam  impostos e taxas. Os ingleses começaram a colonizar os EUA no século XVII. A colônia recebeu dois tipos de colonização:
1-As Colônias do Norte : colonizada por protestantes, que fugiam das perseguições religiosas queriam  transformar a região num próspero lugar para a habitação de suas famílias, chamaram o lugar de Nova Inglaterra e implantaram a colônia de povoamento com: mão-de-obra livre, economia baseada no comércio, pequenas propriedades e produção para o consumo interno.2-As Colônias do Sul : sofreram colônia de exploração. Seguiam o Pacto Colonial. Era baseada no latifúndio, mão-de-obra escrava, produção para a exportação para a metrópole e monocultura.
Guerra dos Sete Anos- Aconteceu entre a Inglaterra e a França  as duas queriam territórios na América do Norte e a Inglaterra saiu vencedora. Mesmo assim, a metrópole resolveu cobrar os prejuízos das batalhas dos colonos do norte. Com o aumento das taxas e impostos.
Leis criadas pela Inglaterra que prejudicaram os EUA, causando as revoltas pela independência: Lei do Chá (deu o monopólio do comércio de chá para uma companhia comercial inglesa),  Lei do Selo ( todo produto deveria ter um selo vendido pelos ingleses), Lei do Açúcar (os colonos só podiam comprar açúcar vindo das Antilhas Inglesas).
Primeiro Congresso da Filadélfia foi feito para os colonos tomarem medidas diante do que estava acontecendo, não tinha caráter separatista, queriam o fim das medidas restritivas impostas pela metrópole e maior participação na vida política da colônia. Porém, o rei inglês George III não aceitou as propostas do congresso, e adotou mais medidas controladoras e restritivas como as Leis Intoleráveis. Uma destas leis, a Lei do Aquartelamento, dizia que todo colono era obrigado a fornecer moradia, alimento e transporte para os soldados ingleses. Essas leis  geraram muita revolta influenciando o processo de independência.
Segundo Congresso da Filadélfia- Em 1776, os colonos se reuniram com o objetivo de conquistar a independência. Thomas Jefferson redigiu a Declaração de Independência dos Estados Unidos. Porém, a Inglaterra não aceitou a independência e declarou guerra. A Guerra de Independência foi vencida pelos Estados Unidos com o apoio da França e da Espanha. George Washington se tornou o 1º presidente.
Constituição dos Estados Unidos- Em 1787, ficou pronta a Constituição dos EUA com  características iluministas.Garantia a propriedade privada,manteve a escravidão, optou pelo sistema de república federativa e defendia os direitos e garantias individuais do cidadão.

5-     Sobre o texto acima marque V ou F.
a)     (   ) Revolução Americana foi o nome dado ao processo de independência dos EUA.
b)     (   ) Os EUA foram colonizados(dominados) pela Inglaterra. (daí o idioma inglês) 
c)     (   ) A guerra dos 7 anos aconteceu entre Inglaterra  e França. Foi uma disputa por terras dos EUA.
d)     (   ) As leis e impostos criados pela Inglaterra acabaram influenciando na perda da sua principal colônia (EUA)
e)     (   ) Durante o 2º Congresso de Filadélfia foi decidido a Independência dos EUA.
f)      (   ) Thomas Jefferson redigiu a Declaração de Independência dos EUA
g)     (   ) George Washington foi o 1º presidente dos EUA.
h)     (   ) Os EUA se tornaram Independentes em 4 de julho de 1776.
i)      (   ) A constituição dos EUA teve ideais Iluministas de liberdade, igualdade e fraternidade, mas manteve a escravidão.
             6-     Numere (1) para colônia de exploração e (2) para colônia de povoamento
 (   )minifúndio(pequena propriedade)
 (   ) colonizada por protestantes
(   ) Nova Inglaterra
(   ) Sul dos EUA e toda América Latina
(   ) baseada na exploração agrícola e mineral
(   ) trabalho escravo
 (   ) latifúndio(grande propriedade)
(   )queriam prosperar o lugar
(   ) produção para consumo interno
(   ) baseada no comércio
(   ) trabalho livre
(   ) policultura
(   ) Norte dos EUA
(   ) produção para exportação.
(   ) pacto colonial.
(   ) monocultura

Revolução Francesa
Os franceses do séc. XVIII viviam uma situação de extrema injustiça social. A França era uma monarquia absolutista (o rei controlava a economia, a justiça, a política e até a religião dos súditos. Não existia democracia ( os trabalhadores não votavam)
Os oposicionistas eram presos na Bastilha (prisão) ou condenados à guilhotina. A sociedade era estratificada e hierarquizada. A  Revolução Francesa começou em 1789 quando o povo foi às ruas com o objetivo de tomar o poder e arrancar do governo a monarquia comandada pelo rei Luis XVI. O primeiro alvo foi a Bastilha. A Queda da Bastilha marcou a revolução. O lema dos revolucionários era "Liberdade, Igualdade e Fraternidade”. Durante a revolução  grande parte da nobreza deixou a França, porém a família real( rei Luis XVI e Maria Antonieta) foi capturada e guilhotinada. O clero teve os bens( da igreja) confiscados.
Em 1789, a Assembléia Constituinte cancelou todos os direitos feudais e promulgou a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, que  garantia direitos iguais aos cidadãos, além de participação política para o povo.
 A Revolução Francesa significou o fim do sistema absolutista e dos privilégios da nobreza. O povo ganhou mais autonomia e seus direitos sociais passaram a ser respeitados. A vida dos trabalhadores urbanos e rurais melhorou. Por outro lado, a burguesia conduziu   o processo de forma a garantir seu domínio social. As bases de uma sociedade burguesa e capitalista foram estabelecidas. A Revolução  influenciou com seus ideais iluministas a independência  de alguns países da América Espanhola e a Inconfidência Mineira no Brasil.

D40 - Compreender a importância da Declaração Universal dos Direitos do Homem e do Cidadão.
7- A principal conseqüência da revolução francesa foi:
(a)A promulgação da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, que  garantia direitos iguais aos cidadãos, além de participação política para o povo.
(b) A queda da Queda da Bastilha que marcou o início da Revolução.
(c ) A criação do lema  "Liberdade, Igualdade e Fraternidade”.
(d) A  família real( rei Luis XVI e Maria Antonieta) capturada e guilhotinada.

8- De acordo com o texto acima pode- se inferir que:
(a) A revolução Francesa influenciou a Independência do Brasil.
(b) A revolução Francesa foi um movimento de elite sem participação popular.
(c ) A revolução Francesa foi um movimento pacífico que exigia maior participação do povo na política.
(d)A revolução Francesa desprezou os ideais de Liberdade, Igualdade e Fraternidade, pois seus líderes guilhotinaram o rei.



             TÓPICOS 12. Inconfidências e Brasil Joanino: movimentos de contestação e reorganização da relação metrópole-colônia.
PERÍODO JOANINO: No começo do séc. XIX , a França passava por uma revolução combatida  pela Europa, principalmente Inglaterra. Para superar as dificuldades, Napoleão proibiu que qualquer nação comercializasse com os britânicos( bloqueio Continental). Com isso, enfraqueceria seus rivais e poderia conquistar novos mercados. No entanto, várias nações da Europa dependiam da indústria inglesa e descumpriram a exigência de Napoleão e este, por sua vez, invadiu esses países, o governo português temia que Napoleão dominasse o território lusitano e suas possessões coloniais. Então o príncipe regente Dom João VI transferiu a família real para o Brasil com auxílio das tropas britânicas.
A  mãe de D. João, D. Maria I faleceu e ele tornou-se rei. Passou a ser chamado de D. João VI, rei do Reino Unido a Portugal e Algarves.
Uma das principais medidas de D. João foi abrir o comércio brasileiro aos países amigos de Portugal. A principal beneficiada foi a Inglaterra, que teve vantagens comerciais e dominou o comércio brasileiro. Com isso, as mercadorias inglesas inundaram a economia nacional e impediram o desenvolvimento da indústria local. Os grandes proprietários da colônia foram beneficiados com a ampliação das liberdades comerciais, pois aumentou os lucros obtidos com a comercialização dos gêneros agrícolas com as nações da Europa. Nesse sentido, a administração joanina ganhou sustentação política. Outras medidas tomadas por D. João foram:  estímulo a indústrias brasileira, construção de estradas, cancelamento da lei que proibia fábricas no Brasil, criação do Banco do Brasil e instalação da Junta de Comércio,  Museu Nacional,  Biblioteca Real,  Escola Real de Artes e o Observatório Astronômico. Vários cursos foram criados (agricultura, cirurgia, química, desenho técnico, etc.) Os franceses ficaram em Portugal  poucos meses, pois o exército inglês derrotou as tropas de Napoleão. Em 1820, ocorreu a Revolução do Porto e os revolucionários  exigiram o retorno de D. João VI para Portugal. Pressionado D. João VI voltou, deixando em seu lugar, no Brasil, o filho D. Pedro como príncipe regente. Pouco depois, D. Pedro tornou-se imperador com a Independência do Brasil (7 de setembro de 1822).
1-     De acordo com o texto qual a principal causa da transferência da corte para o Brasil?
(a)   O Bloqueio Continental e a ameaça de invasão francesa a Portugal.
(b)   O falecimento de D. Maria (a Louca) e a necessidade de se unir Portugal á colônia brasileira.
(c)    A necessidade de se povoar o Brasil já que D. Pedro tornou-se imperador com a Independência do Brasil

2-     Marque X no acontecimento que marcou o fim do Período Joanino no Brasil
(a)    Retorno de D. João VI para Portugal, por causa da revolta do Porto
(b)   Proclamação da Independência do Brasil por D. Pedro I.
(c)    Bloqueio Continental, decretado por Napoleão Bonaparte.

2 comentários: