terça-feira, 9 de outubro de 2012

Prova de História 2 guerra, guerra fria, revolução cubana, guerra de vietna

E.E.”CASIMIRO SILVA”
AVALIAÇÂO DE  HISTÓRIA -  2 bim/ 2012       DATA:__/__/__
ALUNO (A):________________Nº___               SÉRIE: 3º ano
 PROFESSOR: ____________                           VALOR: _____                                                                         TÓPICOS: XVI. Guerra Fria e mundo bipolar/ - XVII. A queda do Muro de Berlim - XVIII. Conflitos regionais no mundo atual -  XIX. A invasão do Iraque

 01 (Descritor: relacionar dados da tabela com a época da produção)

O gráfico acima pode indicar que: Transforme os séculos em dada para encontrar a resposta certa.


a)   a exportação de açúcar, no final do século XVI, diminuiu..
b)   a produção açucareira manteve-se regular durante todo o século XVII.
c)    o declínio das exportações de açúcar começaram depois de meados do século XVII.
d)   em meados do século XVI a exportação de açúcar  foi a maior do Brasil colônia..

 02 (Descritor: caracterizar o Brasil após o fim da monarquia)
Ferida de morte desde a Abolição, a Monarquia Constitucional foi definitivamente sepultada a 15 de novembro de 1889. A nova forma de governo surgiu como resultado de cúpula de uma conspiração militar a que o povo assistiu apático e distante sem compreender direito o que se passava. (REY, Marcos. Proclamação da República. 9. ed. São Paulo, Ática. 1999. p . 2.)
O texto se refere a
 a)  a Independência do Brasil.
b)  a Proclamação da República do Brasil.
c)  a Inconfidência Mineira e morte de Tiradentes.
d)  a Descoberta do Brasil e abolição da escravidão.
 03. Em 24 de outubro de 2009, chefes de Estado, reunidos em Nova York, comemoraram o 64°  aniversário da Organização das Nações Unidas - ONU. O que representa essa organização?
 a) Uma associação dos países do Ocidente para o enfrentamento com os países do Oriente.
 b) A vitória da Liga das Nações, vigente durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial.
 c) O fim da Guerra Fria entre o mundo capitalista e o mundo comunista.
d) Uma força internacional acima das nações, na defesa da paz mundial, dos direitos do homem e da igualdade povos. 
04.  Entre as guerras resultantes da política bipolarização das duas grandes potências EUA e URSS, pode-se citar a que envolve:
a) católicos contra protestantes.
b) sul-africanos contra ingleses.
c) cubanos contra soviéticos.
d) estadunidenses contra vietnamitas

05. A Guerra Fria provocou a bipolarização ideológica da civilização durante boa parte do século XX. Apesar da influência maior concentrar-se no campo ideológico, outras áreas como o esporte e a aeroespacial sofreram interferência da Guerra Fria e serviram de cenário para as superpotências destilarem suas vaidades diante do mundo. Contudo foi no campo político e militar que indiretamente EUA e URSS confrontaram-se perigosamente em diversos momentos. Assinale a alternativa que corresponde a seqüência correta relacionada aos conflitos indiretos entre EUA e URSS.
(   )Revolução Cubana
(   )Ditadura civil de Vargas
(   )Guerra do Vietnã
(   )Guerra do Golfo
(   )Guerra da Coréia
a) VVVVF       
b)VFVFV      
c)FFFFV.         
d)VVVFV.


06  (Descritor: compreender as características da Guerra Fria)
"GUERRA IMPROVÁVEL, PAZ IMPOSSÍVEL."  (Raymond Aron)
A afirmativa acima ilustra as relações americano-soviéticas de 1945 a 1989.
 Leia as afirmativas relacionadas ao período citado.
 I)A Guerra Fria foi marcada por acordos políticos,econômicos e militares que dividiram o planeta no chamado Mundo Bipolar
II) A imposição dos ideais capitalistas oficializou a guerra ideológica ao defender estratégias para conter o ideais socialistas no mundo
III) Os EUA estabeleceram aliança militar com o objetivo de conter o avanço de tropas soviéticas em áreas capitalistas.
IV) O fim  da Guerra Fria foi beneficiado por  acordos que limitavam a produção de armas nucleares.
São corretas as afirmativas

a)  I, II e III.
b)  I, II e IV.
c)  II, III e IV
d)  I, II, III e IV
 07  (Descritor: interpretar texto sobre a Guerra fria) Leia o texto abaixo
 "Não foi o confronto hostil com o capitalismo e seu superpoder que acabou com o socialismo. Foi mais a combinação entre seus próprios defeitos econômicos, cada vez mais evidentes e paralisantes dos sonhos das pessoas, e a acelerada invasão da economia socialista pela muito mais dinâmica, avançada, dominante, e tentadora economia capitalista mundial.  Pode-se até dizer que, afastada a possibilidade do suicídio mútuo de uma guerra nuclear, o capitalismo assegurava a sobrevivência do adversário mais fraco".  (HOBSBAWM, Eric. "A Era dos Extremos" - O breve século XX, SP: p.247)
Sobre o texto podemos afirmar que:
 a) O fim da URSS foi fruto de um conjunto de fatores externos, ligados ao ataque armado dos EUA e isolamento dos países socialistas.
b) A URSS reconheceu suas deficiências  e reformou sua política e economia antes que se esfacelasse.
c) Os problemas econômicos, políticos e sociais vividos pelo povo da URSS foram os maiores responsáveis pela desestruturação do socialismo,
d)  Durante o período em que vigorou a Guerra Fria o mundo não chegou a temer uma  guerra nuclear devido ao clima de camaradagem entre os países envolvidos.
 08 (Descritor: analisar texto referente à crise dos mísseis em Cuba). Leia o fragmento de texto
 O URSO E O PORCO-ESPINHO-  Quando Fidel Castro tomou o poder, em 1959, pouca gente comemorou tanto quanto o líder da União Soviética, que o chamou de “o porco-espinho a 144 quilômetros dos Estados Unidos”. Em 1962, os novos aliados protagonizaram um dos mais tensos eventos do século 20: a chamada Crise dos Mísseis (que foi a instalação de armas soviéticas em Cuba e a reação dos americanos, que ameaçaram atacar a ilha caso elas não fossem retiradas).
O fragmento anterior rememora a crise dos mísseis, em Cuba  que ocorreu no contexto da :
 a) Segunda Guerra.
b) Guerra fria.
c) Revolução Chinesa.
d) Guerra do Vietnã.
09. O território de Hong Kong foi devolvido à China em 1997. Este importante centro comercial e financeiro manteve-se como uma colônia entre 1898 e 1996, pertencente 
a) à Rússia.                                b) à França. 
c) aos Estados Unidos.              d) à Grã-Bretanha. 

10 (Descritor: identificar a disputa pela hegemonia mundial no período bipolar). Observe a charge.


A charge ao lado é do cartunista Belmonte. Nela, foram representados os presidentes Henry Truman, dos Estados Unidos e Stalin, da União Soviética. Podemos afirmar que a charge é:
 a) a representação das disputas políticas em torno do controle do petróleo.
b) a disputa imperialista entre União Soviética e EUA, nos países da América.
c) a manifestação clara do bom relacionamento entre Estados Unidos e União Soviética.
d) a representação da disputa ideológica entre Estados Unidos e União Soviética no contexto da Guerra Fria.
  11 (Descritor: relacionar os dados do gráfico da I Guerra Mundial). Observe o gráfico.



A leitura do gráfico pode nos indicar que:
 a) o crescimento econômico dos EUA, no período mostrado,  foi fundamental para  a vitoria na I Guerra Mundial.
b) a queda da produção industrial inglesa fez com que se desestruturasse e perdesse a I Guerra Mundial.
c) o aumento da produção industrial inglesa e da produção norte-americana levaram a uma rivalidade entre os dois países que interferiu na I Guerra Mundial, pois ambos disputavam o mesmo mercado consumidor.
d) a queda da produção industrial francesa e o aumento da produção norte-americana foram a principal causa do fim da I Guerra Mundial.
12. (Descritor: relacionar revoluções socialistas e Guerra Fria.)
“Era um garoto. Que como eu,
Amava os Beatles e o Rolling Stones
Girava o mundo. Sempre a cantar
As coisas lindas da América (...)
Stop com Rolling Stones/ Stop com Beatle songs
Mandado foi ao Vietnã/Lutar com vietcongs
 (Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones, Os incríveis)
A canção acima foi um grande sucesso da década de 60. Ela retrata um importante momento da história dos Estados Unidos. Assinale a alternativa que está diretamente ligada à música.
 a) faz referência à Guerra da Coréia que está inserida no contexto da Primeira Guerra Mundial.
b) faz referência à Guerra do Golfo que se relaciona, diretamente, aos conflitos gerados pela descolonização na África.
c) faz referência à Guerra do Vietnã que tem relação com nenhum outro episódio.
d) faz referência à Guerra do Vietnã que está inserida no contexto da Guerra Fria.
 14. (Descritor: relacionar o discurso dos EUA contra as armas químicas as práticas desse país na Guerra do Vietnã.)
  “"A Casa Branca mentiu quando disse que o Iraque tinha armas químicas", disse o ex-ditador. "Falei sobre os ferimentos que recebi a três comissões de médicos. Nós não estamos mentindo, a Casa Branca está."” (Saddam Hussein, Folha de SP, 23/12/2005)
De acordo com o texto pode-se inferir que:
a) A invasão do Iraque teve como pretexto a existência de armas químicas naquele país que poderiam causar destruição em massa.
b) De acordo com a fala de Saddam Hussein, as poucas armas nucleares que foram encontradas, não ofereciam risco de destruição em massa.
c) Os EUA se transformaram nos defensores do mundo contra o poderio do grande ditador do Iraque, Osama Bin Laden.
d) A invasão do Iraque teve como pretexto a grande quantidade de petróleo na região.
15.  (Descritor: identificar algumas características da revolução cubana)  Analise as afirmações:
 I.  A revolução cubana tinha objetivo de acabar com a ação imperialista dos Estados Unidos em Cuba.
II. O movimento revolucionário de Fidel Castro não tinha intenções socialistas.
III. A implantação do socialismo em Cuba se deu de forma pacífica, sem conflito, nem intervenção externa.
IV.  Cuba se tornou a “vitrine” do socialismo para América Latina.
V.  A revolução cubana é expressão da melhoria na qualidade de vida e desenvolvimento capitalista na América  Latina
Ë correta a seguinte alternativa:
a)  I e IV.
b)  II e V
c)  I, II e IV.
d)  I, II, III e V.


16. A personagem se refere à "Cortina de Ferro", que foi:
a) a linha divisória entre os territórios conquistados pela Espanha e por Portugal, durante as navegações.
b) a linha de fronteira estabelecida pelo governo israelense, para separar judeus e palestinos.
c) a muralha erguida pela Igreja, após a conquista cristã da Terra Santa, no período das Cruzadas.
d) Um muro criado pelos EUA para conter a imigração ilegal da America latina.
e) O muro que serviu de separação entre os países capitalistas e os socialistas, após a II Guerra Mundial



17. Observe a charge ao lado e marque a alternativa que a explica.
a) a OTAN era a certeza de segurança da Europa frente a um confronto militar;
b) o poder de confronto nuclear entre EUA e URSS encontrava-se visivelmente desequilibrado;
c) as conseqüências de uma guerra nuclear entre as duas superpotências seriam desastrosas para o continente europeu;
d) os EUA (OTAN) exibiam uma grande superioridade militar em relação a URSS.


Nenhum comentário:

Postar um comentário