terça-feira, 9 de outubro de 2012

Atividades sistemas técnicos

Atividades tópico 10 cultura e natureza



Atividades tópico 9 sociodiversidade







Tópico 10: O brasil no quadro do capitalismo Ocidental












Atividades Vegetação

Prova de geografia







 

Prova de História 2 guerra, guerra fria, revolução cubana, guerra de vietna

E.E.”CASIMIRO SILVA”
AVALIAÇÂO DE  HISTÓRIA -  2 bim/ 2012       DATA:__/__/__
ALUNO (A):________________Nº___               SÉRIE: 3º ano
 PROFESSOR: ____________                           VALOR: _____                                                                         TÓPICOS: XVI. Guerra Fria e mundo bipolar/ - XVII. A queda do Muro de Berlim - XVIII. Conflitos regionais no mundo atual -  XIX. A invasão do Iraque

 01 (Descritor: relacionar dados da tabela com a época da produção)

O gráfico acima pode indicar que: Transforme os séculos em dada para encontrar a resposta certa.


a)   a exportação de açúcar, no final do século XVI, diminuiu..
b)   a produção açucareira manteve-se regular durante todo o século XVII.
c)    o declínio das exportações de açúcar começaram depois de meados do século XVII.
d)   em meados do século XVI a exportação de açúcar  foi a maior do Brasil colônia..

 02 (Descritor: caracterizar o Brasil após o fim da monarquia)
Ferida de morte desde a Abolição, a Monarquia Constitucional foi definitivamente sepultada a 15 de novembro de 1889. A nova forma de governo surgiu como resultado de cúpula de uma conspiração militar a que o povo assistiu apático e distante sem compreender direito o que se passava. (REY, Marcos. Proclamação da República. 9. ed. São Paulo, Ática. 1999. p . 2.)
O texto se refere a
 a)  a Independência do Brasil.
b)  a Proclamação da República do Brasil.
c)  a Inconfidência Mineira e morte de Tiradentes.
d)  a Descoberta do Brasil e abolição da escravidão.
 03. Em 24 de outubro de 2009, chefes de Estado, reunidos em Nova York, comemoraram o 64°  aniversário da Organização das Nações Unidas - ONU. O que representa essa organização?
 a) Uma associação dos países do Ocidente para o enfrentamento com os países do Oriente.
 b) A vitória da Liga das Nações, vigente durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial.
 c) O fim da Guerra Fria entre o mundo capitalista e o mundo comunista.
d) Uma força internacional acima das nações, na defesa da paz mundial, dos direitos do homem e da igualdade povos. 
04.  Entre as guerras resultantes da política bipolarização das duas grandes potências EUA e URSS, pode-se citar a que envolve:
a) católicos contra protestantes.
b) sul-africanos contra ingleses.
c) cubanos contra soviéticos.
d) estadunidenses contra vietnamitas

05. A Guerra Fria provocou a bipolarização ideológica da civilização durante boa parte do século XX. Apesar da influência maior concentrar-se no campo ideológico, outras áreas como o esporte e a aeroespacial sofreram interferência da Guerra Fria e serviram de cenário para as superpotências destilarem suas vaidades diante do mundo. Contudo foi no campo político e militar que indiretamente EUA e URSS confrontaram-se perigosamente em diversos momentos. Assinale a alternativa que corresponde a seqüência correta relacionada aos conflitos indiretos entre EUA e URSS.
(   )Revolução Cubana
(   )Ditadura civil de Vargas
(   )Guerra do Vietnã
(   )Guerra do Golfo
(   )Guerra da Coréia
a) VVVVF       
b)VFVFV      
c)FFFFV.         
d)VVVFV.


06  (Descritor: compreender as características da Guerra Fria)
"GUERRA IMPROVÁVEL, PAZ IMPOSSÍVEL."  (Raymond Aron)
A afirmativa acima ilustra as relações americano-soviéticas de 1945 a 1989.
 Leia as afirmativas relacionadas ao período citado.
 I)A Guerra Fria foi marcada por acordos políticos,econômicos e militares que dividiram o planeta no chamado Mundo Bipolar
II) A imposição dos ideais capitalistas oficializou a guerra ideológica ao defender estratégias para conter o ideais socialistas no mundo
III) Os EUA estabeleceram aliança militar com o objetivo de conter o avanço de tropas soviéticas em áreas capitalistas.
IV) O fim  da Guerra Fria foi beneficiado por  acordos que limitavam a produção de armas nucleares.
São corretas as afirmativas

a)  I, II e III.
b)  I, II e IV.
c)  II, III e IV
d)  I, II, III e IV
 07  (Descritor: interpretar texto sobre a Guerra fria) Leia o texto abaixo
 "Não foi o confronto hostil com o capitalismo e seu superpoder que acabou com o socialismo. Foi mais a combinação entre seus próprios defeitos econômicos, cada vez mais evidentes e paralisantes dos sonhos das pessoas, e a acelerada invasão da economia socialista pela muito mais dinâmica, avançada, dominante, e tentadora economia capitalista mundial.  Pode-se até dizer que, afastada a possibilidade do suicídio mútuo de uma guerra nuclear, o capitalismo assegurava a sobrevivência do adversário mais fraco".  (HOBSBAWM, Eric. "A Era dos Extremos" - O breve século XX, SP: p.247)
Sobre o texto podemos afirmar que:
 a) O fim da URSS foi fruto de um conjunto de fatores externos, ligados ao ataque armado dos EUA e isolamento dos países socialistas.
b) A URSS reconheceu suas deficiências  e reformou sua política e economia antes que se esfacelasse.
c) Os problemas econômicos, políticos e sociais vividos pelo povo da URSS foram os maiores responsáveis pela desestruturação do socialismo,
d)  Durante o período em que vigorou a Guerra Fria o mundo não chegou a temer uma  guerra nuclear devido ao clima de camaradagem entre os países envolvidos.
 08 (Descritor: analisar texto referente à crise dos mísseis em Cuba). Leia o fragmento de texto
 O URSO E O PORCO-ESPINHO-  Quando Fidel Castro tomou o poder, em 1959, pouca gente comemorou tanto quanto o líder da União Soviética, que o chamou de “o porco-espinho a 144 quilômetros dos Estados Unidos”. Em 1962, os novos aliados protagonizaram um dos mais tensos eventos do século 20: a chamada Crise dos Mísseis (que foi a instalação de armas soviéticas em Cuba e a reação dos americanos, que ameaçaram atacar a ilha caso elas não fossem retiradas).
O fragmento anterior rememora a crise dos mísseis, em Cuba  que ocorreu no contexto da :
 a) Segunda Guerra.
b) Guerra fria.
c) Revolução Chinesa.
d) Guerra do Vietnã.
09. O território de Hong Kong foi devolvido à China em 1997. Este importante centro comercial e financeiro manteve-se como uma colônia entre 1898 e 1996, pertencente 
a) à Rússia.                                b) à França. 
c) aos Estados Unidos.              d) à Grã-Bretanha. 

10 (Descritor: identificar a disputa pela hegemonia mundial no período bipolar). Observe a charge.


A charge ao lado é do cartunista Belmonte. Nela, foram representados os presidentes Henry Truman, dos Estados Unidos e Stalin, da União Soviética. Podemos afirmar que a charge é:
 a) a representação das disputas políticas em torno do controle do petróleo.
b) a disputa imperialista entre União Soviética e EUA, nos países da América.
c) a manifestação clara do bom relacionamento entre Estados Unidos e União Soviética.
d) a representação da disputa ideológica entre Estados Unidos e União Soviética no contexto da Guerra Fria.
  11 (Descritor: relacionar os dados do gráfico da I Guerra Mundial). Observe o gráfico.



A leitura do gráfico pode nos indicar que:
 a) o crescimento econômico dos EUA, no período mostrado,  foi fundamental para  a vitoria na I Guerra Mundial.
b) a queda da produção industrial inglesa fez com que se desestruturasse e perdesse a I Guerra Mundial.
c) o aumento da produção industrial inglesa e da produção norte-americana levaram a uma rivalidade entre os dois países que interferiu na I Guerra Mundial, pois ambos disputavam o mesmo mercado consumidor.
d) a queda da produção industrial francesa e o aumento da produção norte-americana foram a principal causa do fim da I Guerra Mundial.
12. (Descritor: relacionar revoluções socialistas e Guerra Fria.)
“Era um garoto. Que como eu,
Amava os Beatles e o Rolling Stones
Girava o mundo. Sempre a cantar
As coisas lindas da América (...)
Stop com Rolling Stones/ Stop com Beatle songs
Mandado foi ao Vietnã/Lutar com vietcongs
 (Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones, Os incríveis)
A canção acima foi um grande sucesso da década de 60. Ela retrata um importante momento da história dos Estados Unidos. Assinale a alternativa que está diretamente ligada à música.
 a) faz referência à Guerra da Coréia que está inserida no contexto da Primeira Guerra Mundial.
b) faz referência à Guerra do Golfo que se relaciona, diretamente, aos conflitos gerados pela descolonização na África.
c) faz referência à Guerra do Vietnã que tem relação com nenhum outro episódio.
d) faz referência à Guerra do Vietnã que está inserida no contexto da Guerra Fria.
 14. (Descritor: relacionar o discurso dos EUA contra as armas químicas as práticas desse país na Guerra do Vietnã.)
  “"A Casa Branca mentiu quando disse que o Iraque tinha armas químicas", disse o ex-ditador. "Falei sobre os ferimentos que recebi a três comissões de médicos. Nós não estamos mentindo, a Casa Branca está."” (Saddam Hussein, Folha de SP, 23/12/2005)
De acordo com o texto pode-se inferir que:
a) A invasão do Iraque teve como pretexto a existência de armas químicas naquele país que poderiam causar destruição em massa.
b) De acordo com a fala de Saddam Hussein, as poucas armas nucleares que foram encontradas, não ofereciam risco de destruição em massa.
c) Os EUA se transformaram nos defensores do mundo contra o poderio do grande ditador do Iraque, Osama Bin Laden.
d) A invasão do Iraque teve como pretexto a grande quantidade de petróleo na região.
15.  (Descritor: identificar algumas características da revolução cubana)  Analise as afirmações:
 I.  A revolução cubana tinha objetivo de acabar com a ação imperialista dos Estados Unidos em Cuba.
II. O movimento revolucionário de Fidel Castro não tinha intenções socialistas.
III. A implantação do socialismo em Cuba se deu de forma pacífica, sem conflito, nem intervenção externa.
IV.  Cuba se tornou a “vitrine” do socialismo para América Latina.
V.  A revolução cubana é expressão da melhoria na qualidade de vida e desenvolvimento capitalista na América  Latina
Ë correta a seguinte alternativa:
a)  I e IV.
b)  II e V
c)  I, II e IV.
d)  I, II, III e V.


16. A personagem se refere à "Cortina de Ferro", que foi:
a) a linha divisória entre os territórios conquistados pela Espanha e por Portugal, durante as navegações.
b) a linha de fronteira estabelecida pelo governo israelense, para separar judeus e palestinos.
c) a muralha erguida pela Igreja, após a conquista cristã da Terra Santa, no período das Cruzadas.
d) Um muro criado pelos EUA para conter a imigração ilegal da America latina.
e) O muro que serviu de separação entre os países capitalistas e os socialistas, após a II Guerra Mundial



17. Observe a charge ao lado e marque a alternativa que a explica.
a) a OTAN era a certeza de segurança da Europa frente a um confronto militar;
b) o poder de confronto nuclear entre EUA e URSS encontrava-se visivelmente desequilibrado;
c) as conseqüências de uma guerra nuclear entre as duas superpotências seriam desastrosas para o continente europeu;
d) os EUA (OTAN) exibiam uma grande superioridade militar em relação a URSS.


Prova de História Colonização do Brasil. Civilização maia,

E.E.”CASIMIRO SILVA”
AVALIAÇÂO DE  HISTÓRIA -                                                   2 bim/ 2012       DATA:__/__/__
ALUNO (A):__________________________________Nº___               SÉRIE: 2º ano
 PROFESSOR: ____________                           VALOR: _____                                                                        

01 (Descritor: analisar os impactos da conquista portuguesa na população indígena) Leia  o trecho abaixo.
 A maior parte dos Indígenas que habitavam o litoral do Brasil na época do Descobrimento pertenciam ao grupo lingüístico Tupi. Eram tupis, os índios que Cabral encontrou na Bahia, assim como os antigos habitantes de São Paulo.
 A  respeito dos índios brasileiros , leia as afirmativas abaixo.
I-    Os índios foram vítimas da varíola, doença trazida pelos portugueses que matou cerca de muitos nativos.
II-    A catequização dos índios ficou a cargo  dos jesuítas, que acreditavam que eles eram vassalos do demônio.
III-   Nos primeiros anos da colonização, os índios foram utilizados na extração do pau-brasil .
Estão corretas as alternativas.
 a)   Apenas I
b)   II e III
c)    I, II e III
d)    I e II
 QUESTÃO 02 (Descritor: caracterizar as atividades da Igreja católica no Brasil)
 Em relação à atuação da Igreja católica no Brasil colonial não se pode afirmar:
 a)       a companhia de Jesus foi responsável pela catequese indígena.
b)       as santas casas de misericórdia mantiveram ações junto aos pobres.
c)       os padres, embora atuassem junto aos índios, incentivaram a escravidão e matança de nativos.
d)       as visitações do santo ofício da inquisição também ocorreram no Brasil.

 Leia o trecho abaixo e responda as questões 03 e 04.
A história religiosa da colônia começou praticamente em 1549, com a vinda dos primeiros padres jesuítas. Seu primeiro provincial foi o padre Manuel da Nóbrega que se tornou um dos mais importantes conselheiros de Mem de Sá, terceiro governador-geral.
  QUESTÃO 03 (Descritor: analisar a importância da Inquisição para a Igreja no controle dos fiéis na Colônia)
Para impedir o avanço do protestantismo e garantir o controle sobre a conduta moral e religiosa dos fiéis na colônia, a Igreja Católica utilizou a:
 a)         Irmandade
b)         Inquisição
c)         Confraria
d)         Indulgencia
QUESTÃO 04 (Descritor: identificar as características da religiosidade colonial) 
A respeito da religiosidade colonial leia as afirmativas abaixo e assinale a INCORRETA.
 a)  A Igreja Católica proibia a escravidão africana e era responsável pela sua evangelização.
b)  O Santo Oficio fazia visitações ao Brasil para investigar a vida religiosa na colônia.
c)   As festas religiosas com características da cultura africana eram condenadas como práticas de bruxaria ou feitiçaria.
d)    A Igreja Católica era responsável pela evangelização dos índios e por ensinar o idioma português e a cultura europeia.

 Leia o trecho abaixo.
 Quem está ou foi privado de liberdade sabe quanto ela faz falta. É doloroso viver preso em poucos metros quadrados. A liberdade é para o homem o que o céu é para o condor, como diria Castro Alves. Vida e liberdade quase sempre se confundem. (...). Todo mundo  quer ser livre. Por causa da liberdade, quantas discussões nas famílias, nos edifícios, nos colégios e na Sociedade. Até os animais gostam de usufruir de sua “liberdade”. O marco da luta por liberdade no Brasil foi o 21 de abril.
QUESTÃO 05 (Descritor: identificar as características dos movimentos pela independência do Brasil.)

A  liberdade foi a inspiração para um movimento insurrecional ocorrido da colônia no ano de 1789 conhecido como:
 a)         Inconfidência Baiana
b)         Guerra dos Emboabas
c)         Revolta de Felipe dos Santos
d)         Inconfidência Mineira

QUESTÃO 06 (Descritor: relacionar dados da tabela com a época da produção)


O gráfico acima pode indicar que: Transforme os séculos em dada para encontrar a resposta certa.


a)   a exportação de açúcar, no final do século XVI, diminuiu..
b)   a produção açucareira manteve-se regular durante todo o século XVII.
c)    o declínio das exportações de açúcar começaram depois de meados do século XVII.
d)   em meados do século XVI a exportação de açúcar  foi a maior do Brasil colônia..


 QUESTÃO 07 (Descritor: reconhecer que a história se constrói nos embates de  agentes sociais,  individuais e coletivos, em diferentes tempos e espaços históricos . )
  “Em breve, todos os aspectos “culturais” da empresa colonial lusitana foram entregues aos jesuítas, encarregados também da conversão dos “gentios” na Índia (e em toda a Ásia) e no Brasil. As colônias, especialmente o Brasil, se desenvolveram sem livros, sem universidade, sem imprensa, sem debates e inquietações culturais: em uma palavra, sem o frescor do humanismo renascentista.” (BUENO, Eduardo, Brasil: Uma História – A incrível saga de um país, São Paulo: Editora Ática, p.42)
A situação do Brasil colonial descrita no texto está relacionada:
 a) à presença dos holandeses no Brasil e da sua intolerância religiosa.
b) ao avanço das práticas capitalistas e do fortalecimento do catolicismo nos países do norte da Europa.
c) a uma preocupação da preservação da cultura indígena no Brasil.
d) às iniciativas da Igreja Católica no processo da contra-reforma iniciadas no Concílio de Trento.

 QUESTÃO 08 (Descritor: identificar características da exploração do pau-brasil)
O pau-brasil -  Os portugueses se decepcionaram muito quando chegaram às terras brasileiras e não encontraram as maravilhosas riquezas que eles encontraram nas Índias e que vendiam na Europa com enormes lucros. No Brasil dos primeiros tempos, só encontravam a madeira cor de brasa, denominada pau-brasil, da qual os europeus extraíam tinta para tingir tecidos.

NOVAES Carlos Eduardo, LOBO César - História do Brasil para principiantes –- Editora Ática – São Paulo – p.40

 A charge  se refere a uma das características da exploração do pau-brasil. A característica da exploração do pau-brasil retratada na charge é:

a)  O pau-brasil era monopólio da Coroa Portuguesa.                              b)  O comércio do pau-brasil era feito através do escambo.
c)  O governo português cobrava 1/5 do valor do pau-brasil extraído.     d)  As feitorias serviam para armazenar o pau-brasil.

  QUESTÃO 09 (Descritor: caracterizar o Brasil após o fim da monarquia)
Ferida de morte desde a Abolição, a Monarquia Constitucional foi definitivamente sepultada a 15 de novembro de 1889. A nova forma de governo surgiu como resultado de cúpula de uma conspiração militar a que o povo assistiu apático e distante sem compreender direito o que se passava. (REY, Marcos. Proclamação da República. 9. ed. São Paulo, Ática. 1999. p . 2.)
O texto se refere a
 a)  a Independência do Brasil.
b)  a Proclamação da República do Brasil.
c)  a Inconfidência Mineira e morte de Tiradentes.
d)  a Descoberta do Brasil e abolição da escravidão.
Questao 10- Todas as alternativas contêm objetivos da política da Igreja Católica, esboçada durante o Concílio de Trento, EXCETO:
a) A expansão da fé cristã.
b) A moralização do clero.
d) A perseguição às heresias.
e) O relaxamento do celibato.
"É preciso ensinar aos cristãos que aquele que dá aos pobres, ou empresta a quem está necessitado, faz melhor do que se comprassem indulgências".             (Martinho Lutero)
Questão 11 - As Indulgências eram:
a) documentos de compra e venda de cargos e títulos eclesiásticos a qualquer pessoa que os desejasse.
b) cartas que permitiam a negociação de relíquias sagradas, usadas por Cristo, Maria ou Santos.
c) proibições de receber o dízimo oferecido pelos fiéis e incentivos à prática da usura por parte do clero.
d) absolvições dos pecados de vivos e mortos, concedidas através de cartas vendidas aos fiéis.
Questão 12 - Considere os itens adiante:
I. Combate sistemático aos protestantes.
II. Recuperação de áreas sob influência do protestantismo através da educação, com a criação de colégios.
III. Difusão do catolicismo entre povos não-cristãos, por meio da catequese.
IV. Contenção do protestantismo através dos Tribunais da Inquisição.
Eles identificam
a) as Ordenações Eclesiásticas de Calvino.
b) o Ato de Supremacia de Henrique VIII.
c) a Reforma Luterana.
d) a Contra-Reforma.


QUESTÃO 13  (Descritor: interpretar poema asteca)
 O texto abaixo é a reunião de estrofes de dois poemas astecas do século XVI chamados por eles de “Cantos tristes”. Os versos descrevem a cidade de Tenochtitlán, às vésperas de sua rendição, em agosto de 1521.
 OS ASTECAS NARRAM A CONQUISTA
 Pelos caminhos jazem (flechas) partidas;os cabelos estão espalhados.
As casas estão destelhadas, seus muros avermelhados.
Germes se espalham por ruas e praças, e as paredes estão salpicadas de miolos.
As águas estão rubras, tintas [de sangue),e quando a bebemos, é como se bebêssemos água salgada.  (...) Nos puseram preço.
Preço de jovem, de sacerdote, de criança e de donzela.
(...) Ouro, jade, ricas mantas, plumas de quetzal; tudo isso que é precioso nada foi levado em conta.  (...) Chorai, amigos meus, Compreendei que com estes fatos perdemos a Nação Mexicatl.  A água azedou, se azedou a comida. (...)
 (In: Coletânea de documentos de história da América para o 2º grau – 1ª série. 2ª ed. São Paulo: SE/CENP, 1985.
A leitura do poema nos permite afirmar que:

a)  a destruição da cidade de Tenochtitlán não trouxe conseqüências psicológicas para os astecas.
b)  a queda da cidade não chegou a afetar a vida da população ali concentrada.
c)  o poema descreve a utilização da escravidão pelos povos dominadores.
d)  o poema é um lamento de guerra, porém, não indica a derrota da população da cidade dominada.



C
 
B
 
A
 
114 (Descritor: identificar a localização geográfica dos povos pré-colombianos.)
Observe o mapa ao lado:
 De acordo com o mapa, os povos que viviam nas regiões identificadas pelas letras “A”, “B” e “C”, são, respectivamente:
 a)  Astecas, incas e maias.
b)  Incas, maias e astecas.
c)  Astecas, maias e incas.
d)  Maias, astecas e incas.
Novo calendário maia encontrado!!!! E o mundo não se acabou!!!!!


E o tal do mundo não se acabou!!! Este último verso de uma canção bem antiga cantada por Carmem Miranda nos serve bem agora. Muito se falou, sobre o fim do calendário maia, que seria no ano de 2012. Especulou-se, então, sobre o fim do mundo. Tenho uma boa notícia! Arqueólogos acharam na Guatemala ruínas de uma casa, provavelmente de escribas maias. Este antigo calendário pintado na parede da casa vai muito além de 2012....ufa...que bom!!!!
"Vambora" viver que ainda temos muito tempo....risos.

15- Que tipo de crítica é apresentada no texto e na charge?