terça-feira, 1 de novembro de 2011

Da posse de João Goulart ao Impeachment de Collor




Os protestos multiplicam-se pelo país

O regime militar, implantado em 1964, adotou uma política antipopular e repressiva. Ao longo de 21 anos, a polícia e os órgãos de repressão do regime combateram as manifestações populares. Apesar disso, o povo brasileiro, representado pelos trabalhadores, estudantes e intelectuais, não se intimidou. Organizou passeatas e greves que fizeram o regime perder sua força, até que, em 1985, teve início a redemocratização do país.
1. A posse de João Goulart -Com a renúncia de Jânio, os militares mobilizaram-se para impedir a posse do vice, João Goulart – a quem acusavam de comunista. João Goulart foi deposto.
2. A ditadura enrijece- Os protestos contra o regime partiram de vários setores da sociedade, e os militares passaram a prender, a torturar e a matar seus opositores.
3. Campanha pela anistia-Durante o regime militar, milhares de brasileiros foram expulsos do país por fazerem oposição à ditadura. Nos anos de 1970, cresceu a campanha para que esses exilados políticos fossem anistiados e pudessem retornar ao Brasil.
4. A greve do ABC - Em maio de 1978, sob a liderança de Luís Inácio da Silva, o Lula, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema, no ABC paulista, 1.600 metalúrgicos entraram em greve. Nesse período, cerca de 2 milhões de trabalhadores seguiram o movimento e  interromperam suas atividades.Além das reivindicações salariais, os operários fizeram uma das maiores oposições à ditadura.
 5. Diretas-Já- Em janeiro de 1983, o deputado federal Dante de Oliveira apresentou ao Congresso Nacional uma emenda restabelecendo as eleições diretas para presidente, direito suprimido pela ditadura desde 1964. Estava lançada a semente de uma das maiores campanhas de todos os tempos, a das Diretas-Já. Com blusas amarelas, cor-símbolo da campanha, manifestantes foram às ruas gritando o slogan: "Eu quero votar para presidente”
6. A morte de Tancredo Neves - Em 1985, o Congresso Nacional elegeu indiretamente o mineiro Tancredo Neves para ser o primeiro presidente civil do Brasil depois da ditadura militar de 1964. Com 480 votos contra 180, ele derrotou Paulo Maluf, candidato apoiado pelos militares. A vitória foi festejada em todo o país. Mas, no dia 14 de março, faltando apenas nove horas para sua posse, Tancredo Neves teve de ser internado às pressas em Brasília e foi submetido a uma cirurgia abdominal de emergência. No dia 21 de abril, morreu.
7. O impeachment de Collor - Primeiro presidente civil eleito diretamente depois do golpe militar de 1964, Fernando Collor de Mello (1990 a 1992) viu-se envolvido em uma série de denúncias de desfalques, corrupção, tráfico de influência, que abalou a credibilidade de seu governo. Sindicatos, políticos, associações civis, entidades de classe uniram-se e foram às ruas, em 1992, exigir o impeachment do presidente. Nessa campanha, destacaram-se os alunos secundaristas, que, com os rostos pintados e muito bom humor, juntaram-se aos manifestantes e ficaram conhecidos como os "cara-pintadas".
Sobre as informações acima marque V ou F
(   ) O regime militar pacificou o Brasil e adotou medidas populistas.
(   ) O regime militar durou 21 anos desde que João Goulart foi deposto até a eleição de Tancredo Neves.
(   ) Por causa da polícia e dos órgãos de repressão que combateram as manifestações populares o povo brasileiro não se manifestava contra a ditadura.
(   ) Para combater a ditadura militar  trabalhadores, estudantes e intelectuais organizaram passeatas e greves que fizeram o regime perder sua força até que teve início a redemocratização do país.
(   ) João Goulart  foi deposto porque foi acusado de comunista.
(   ) Durante a ditadura militar os militares passaram a prender, a torturar e a matar seus opositores.
(   ) Durante o militarismo muitas pessoas foram exiladas do Brasil, isso é  foram expulsas do país por fazerem oposição à ditadura.
(   ) Com a anistia, os  exilados foram assassinados como exemplo para que ninguém mais se manifestasse contra a ditadura no Brasil.
(   ) Lula foi presidente do Sindicato dos Metalúrgicos e liderou greves por melhores salários. ditadura militar. 
(   ) O deputado federal Dante de Oliveira criou a emenda “Dante de Oliveira” que estabelecia  eleições diretas para presidente conhecida também como Diretas Já
(   ) O movimento pelas diretas já se manifestava contra o voto obrigatório por isso saiu as ruas gritando o slogan: "Eu não quero votar para presidente”
(   ) Tancredo Neves foi o primeiro presidente eleito pelo povo depois da ditadura militar.
(   ) Quando o voto é direto o povo elege o presidente.
(   ) Tancredo Neves morreu antes de assumir a presidência do Brasil.
(   ) Collor foi o primeiro presidente civil eleito pelo povo, isso é, diretamente depois do golpe militar.
(   ) Fernando Collor de Mello governou o Brasil por dois anos e foi impedido de governar.
(   ) Durante o governo de Collor o povo foi para as ruas exigir o impeachment do presidente.
(  ) Jovens estudantes pintaram os rostos e saíram as ruas em manifesto a favor do governo Collor, esse manifestantes  ficaram conhecidos como os "cara-pintadas".

Um comentário: